Eu Pensei Que Sabia Pensar


 

Minha qualidade de vida está diretamente ligada à qualidade dos meus pensamentos.

A pineal, essa filha da puta, me faz sobreviver. Mas só isso. Eu quero viver ou sobreviver? 

Sobreviver é o mínimo. Respirar, comer qualquer coisa, não colocar a mão no fogo, beber qualquer coisa, é a vida digna de um animal (e não estou falando do seu cachorro que usa roupas, dorme na sua cama e come ração premium).

Viver é poetizar sobre a sobrevivência

A pineal gosta de resultados imediatos, coisas práticas e sólidas. Ela só quer ter 100% de garantias de que eu não vou morrer a cada instante. 

A poesia é a outra extremidade. É saborear um vinho chileno da safra de 1970, um salmão com alcaparras e molho de mostarda, é ir para a roça porque o ar da cidade é muito denso ou tirar o dia de folga simplesmente porque hoje eu quero. 

E é aí que se separam os meninos e homens (ou as meninas e mulheres): a pessoa comum vai se render aos instintos imediatos da pineal e consumir conteúdo de rápida absorção, basicamente sexo, violência e um time vencedor.

Não preciso olhar muito ao redor para saber que isso é a mais pura verdade.

A pessoa que busca uma vida mais poética vai usar de uma energia sobre humana para girar o prisma. E eu digo sobre humana porque muitos tentam e quase todos falham. A cabeça pesa, os olhos se fecham, a mente turva, se enche de fumaça: todos os sistemas entram em colapso em um desespero do corpo de que eu vá fazer algo extraordinário.

Mas é treino. Pode levar anos até que se consiga raciocinar claramente uma primeira vez. E é aí que algumas portas se abrem.

A Terceira Dimensão

Não há nada de sobrenatural aqui, mas sobre humano, com certeza. Acontece que no momento que minha mente passa a funcionar com um pouco mais de energia, eu passo a acessar a visão de outras mentes. 

E é aí que acontece a magia: eu passo a pensar com um consciente coletivo. Tenho na minha cabeça a experiência das situações que vivo e ainda tenho acesso à experiência de outras pessoas como se fossem minhas. E quanto mais experiências eu acumulo, maior a chance de ver a realidade.

De fato, quando a questão é tomar decisões, é a diversidade de ideias que conta.

E o problema pode morar não em ser ignorante, mas em ser um especialista. Estudei muito e sei muito sobre minha área e por isso acredito que sou muito inteligente e sei pensar.

Deixa eu dar um exemplo: Quando um botânico olha para uma floresta ele pode focar no ecossistema. Um ambientalista vê o impacto da mudança climática. Um engenheiro florestal no estado do crescimento das árvores. Um corretor imobiliário no valor da terra. Todos estão certos e nenhum conhece a realidade da floresta.

Trocar conhecimento e aprender pelo menos o básico de outras disciplinas pode levar à um conhecimento mais arredondado que pode me levar a tomar melhores decisões sobre essa floresta.

Não posso saber nada se me lembro apenas de fatos isolados e tento usar isso na vida. Se esses fatos não se conectam uns aos outros em uma treliça teórica, eles não são utilizáveis. Preciso ter modelos na minha cabeça. Preciso pegar as minhas experiências, as dos outros e costurar em uma treliça. 

Pense em estudantes que decoram e passam nas provas. Eles passam na escola mas falham na vida. É preciso ter um piso sólido, uma treliça, de modelos na cabeça.

Se você é a única pessoa na sua cabeça, pense bem, você não está pensando.


4 comentários


  • Denise

    Adoro o trabalhar de Bardo e Fada ! Vocês são maravilhosos!🥰🥰


  • Rosana

    É isso e mais isso e mais tudo isso…
    Quando ouvimos ou pensamos em ser criativos evolutivos sábios , então tudo vale ser um poeta mal interpretado ou um grande pensador, um louco alucinado talvez um mestre… alguem de especie rara, quem sabe vem ao comando daquele que diz ser o criador que nos criou como ele mesmo…
    Quando falamos em ser criativos pensamos em tudo e muito mais…
    Porque somos cria de uma criacao criativa…
    Aplausos para vc…
    Obrigada.


  • Rosana

    É isso e mais isso e mais tudo isso…
    Quando ouvimos ou pensamos em ser criativos evolutivos sábios , então tudo vale ser um poeta mal interpretado ou um grande pensador, um louco alucinado talvez um mestre… alguem de especie rara, quem sabe vem ao comando daquele que diz ser o criador que nos criou como ele mesmo…
    Quando falamos em ser criativos pensamos em tudo e muito mais…
    Porque somos cria de uma criacao criativa…
    Aplausos para vc…
    Obrigada.


  • José Carlos Gonçalves da Silva

    Texto interessante! Vivemos em uma realidade,ou sonhamos outra realidade?
    Já disseram,que o mundo de cada um,é do tamanho do seu conhecimento! Na rua onde moro, me apelidaram de professor, e muitos até me evitam, e isso acabou tendo uma reciprocidade, já que não curto o mesmo que eles, e busquei aprender o que eles não se interessa em aprender, por acharem que é perda de tempo. Se contentam com seus times e infindáveis discusões, de que time é melhor. Eu já não curto o mesmo que muitos deles,pois gosto de ler,meditar,da natureza, aprender com ideias diferentes,. e ter uma mente aberta para aquilo que me emociona, proporciona prazer, e uma vida simples,se fazer mal a ninguém. As letras são meus pensamentos, e nada sol,nada tenho, mas sempre ofereço o melhor que possuo.


Deixe um comentário