Minhas opiniões são mesmo minhas?


Aqui está algo para refletir sobre:

Eu tomo a opinião e o conhecimento de outros homens que confio para mim, o que é um aprendizado superficial e estático. Eu preciso pegar elas para mim. Eu sou como um homem que, precisando de fogo, vou ao meu vizinho para buscar e, encontrando um fogo bom por lá, me sento e me aqueço, esquecendo de levar esse fogo para minha casa.

É fácil ficar com a opinião dos outros ao invés de ter a minha. Eles são as pessoas que pagaram o preço e apresentaram as suas ideias em um assunto em particular. Precisa mesmo de muito pouco esforço para só concordar com a opinião dos outros e fazer parecer que cheguei a conclusão sozinho.

Eu não preciso ler todo o documento, só o resumo. Uma olhada rápida em uma manchete sensacionalista e eu entendi a história toda, não é? Quem lá tem tempo para nuances e argumentos? Deixo que pensem por mim! Só tenho tempo para conclusões, por favor. Isso é especialmente verdade em uma era de informação barulhenta e uma manchete a cada 5 segundos.

É fácil passar o olho em um livro e ir para a conclusão. Seth Godin escreveu que "nós nos esquivamos de ler tudo porque é mais fácil pular para a parte que achamos que entendemos o que o autor quis dizer"

(Só para ter uma ideia, tenho um livro chamado Comunicação Não Violenta (Marshall B. Rosenberg) que estou lendo há 5 anos e ainda não consegui colocar em prática.)

Muitos grandes trabalhos acabam sendo apenas interpretados ao invés de lidos em sua completude.

É fácil, principalmente, pular as partes que contradizem minha opinião e ler apenas as que sustentam a opinião que eu já tinha. É o terrível viés da confirmação.

Eu leio por cima, porque ler é um esforço enorme, e ainda não faço o teste de campo. Não vou ver se aquilo se encaixa na prática, na minha realidade.

O mesmo se aplica à conversas. Estou tão ocupado pensando que já entendi o que a pessoa quer dizer que, antes que ela termine de falar, já estou pensando no que dizer. Estou ouvindo, mas não estou escutando.

Agora, quando me dou conta disso, já dei um primeiro passo em mudar minha mentalidade na busca pela compreensão. Quando se trata de pegar a opinião dos outros pra mim, eu paro de pensar. Eu não pago o preço.

 

 

 


1 comentário


  • Mary

    Boa tarde
    Eu fui pega de surpresa com esse texto e me dei conta que todas as vezes foi preguiça da minha parte em ler e com isso somos manipulados a qualquer tipo de situação, e depois buscamos culpados para as consequencias, difícil viu.


Deixe um comentário